AquaRio

5/20/2019

Devo começar dizendo que o AquaRio não estava na minha lista de atrações da viagem, nem sabia que o aquário existia e foi meio por acidente que descobri.


O plano do dia era visitar o Museu do Amanhã (atração que vale a visita, você pode ler mais clicando aqui). Era uma segunda feira e me lembro disso porque o Museu do Amanhã é fechado nesse dia da semana. Ficamos tristes, pois tinha levado a manhã toda da para chegar naquela região da cidade e nosso passeio tinha sido “cancelado”.


Almoçamos na região próxima o museu, por lá existem vários restaurantes e, se posso recomendar um restaurante, indico o Maua, localizado na cobertura do MAR (Museu de Arte do Rio). Lá de cima tem uma vista linda da região e uma deliciosa comida. Se você quiser economizar, você pode comer no comércio, onde tem opções mais baratas (como Subway e McDonalds) e depois subir na cobertura do MAR para apreciar a vista e tirar umas fotos.


Durante o almoço, nos recomendaram o AquaRio, o maior aquário da América Latina. Na hora compramos os ingressos pelo site. É possível comprar na hora, até recomendo, pois por ter comprado pelo celular, estava com dificuldade de conseguir o código para poder entrar, o que nos atrasou um pouco, mas se você conseguir comprar em casa e imprimir, é melhor ainda.

O preço eu achei um pouco caro, 110 reais a inteira e 55 a meia. Lembrando que no estado do Rio de Janeiro qualquer pessoa com até 21 anos pode pagar meia e maiores de 60 também.

Ingressos comprados, estava na hora de ir. Saindo do restaurante, dava para ir a pé, demora cerca de 20 minutos, mas como estávamos com um pouco de pressa, decidimos pegar um VLT. Mas se você puder ir andando, você economiza um pouco e ainda pode admirar os grafites do Kobra que tem pelo caminho, e claro, tirar fotos.
Caso você utilize o VLT, fique atento para ver a parada certa para descer. No dia da minha visita eu não desci na parada certa e vi o aquário passando pela janela do VLT, mas sem problemas, descemos na parada seguinte e voltamos o percurso a pé, rapidinho chegamos.



Chegando lá, somos recebidos por sons de baleias e logo entramos na fila.


Durante o percurso vemos uma enormidade de peixes e todos com explicações, em português e inglês explicando um pouco sobre os animais, o que deixa a experiência mais interessante.


O espaço é bastante interessante e dinâmico com algumas atividades interativas e na maioria das vezes com um funcionário por perto para explicar melhor. Uma das áreas mais interessantes é uma espécie de globo/redoma onde você tem uma vista 360º do aquário!


Outra parte bastante interessante é, e semelhante, é um corredor que passa no meio do aquário e as laterais e o teto são de vidro, você vai andando e vendo os peixes ao redor, muito legal!


Caso sinta fome durante o caminho, você encontra alguns carrinhos e que vendem cachorro quente e algumas outras comidas, também tem maquinhas de bebidas.


Um tema bastante abordado no aquário é a poluição. Mostrando como é prejudicial a poluição dos mares e que não devemos polui-lo. Assuntos como esse são muito importantes de serem tradados, ainda mais no Rio de Janeiro, a maior cidade litorânea do Brasil.


O aquário também tem exposições de pranchas, conchas, e alguns objetos da olimpíada de 2016.




Falam que o trajeto dura em media 1 hora, eu vi tudo bem detalhado e acabei passando 1 hora e meia no aquário. No final do trajeto tem uma loja de presentes, semelhantes as da Disney no final das atrações, para você levar uma recordação do local onde visitou.


Esse aquário é uma ótima opção para quem esta passando pelo Rio de Janeiro com crianças, os animais são criaturas que mechem com a curiosidade de qualquer criança e também é um local onde se aprende muito. Do lado de fora do aquário tem um parquinho onde elas podem se divertir também.



Você também vai gostar

0 comentários