Transporte Em Santiago

4/27/2017

Santiago, a capital do Chile. Muita gente tem duvida se deve alugar um carro quando se viaja para lá, eu recomendo que não alugue.


Saindo do Aeroporto

No dia em que chegamos em Santiago, pegamos um ônibus da empresa Turbus e fomos do aeroporto até a rodoviária e de la, pegamos um metro até o hotel, não foi uma ideia muito boa, pois era horário de pico e os vagões estavam muito cheios, mal cabias pessoas, muito menos malas. Depois de um tempinho conseguimos entrar no vagão e ir para o hotel.

Metro

Uma dica bem útil é se hospedar em um hotel que fique próximo à uma estação de metro (o meu ficava 2 minutos caminhando). A maior pate da minha viagem eu andei a pé e de metro.

Simbolo do Metro


O preço dos tickets do metro veriam de acordo com o horário, nos horários de pico, chamado de punta é mais caro, custa $460, horário normal (valle) custa $400 e nas horas mais vazias (bajo) mais baratos 380 pesos chilenos.

Ir Esquiar

Se você for esquiar, uma boa opção para subir na cordilheira é contratar um transfer, eu contratei o meu no mercado central, super recomendo. Ele nos pegou na porta do meu hotel no horário combinado e nos levou até a estação, no caminho ele conversou com a gente falando qual seria a melhor estação de esqui para a gente visitar, ajudou a gente a alugar o esqui e como apenas minha família estava no transfer, ele nos levava para onde nós queríamos.



O guia também disse que algumas pessoas tentam ir para a estação de esqui por conta própria, e explicou que não é uma boa ideia, pois tem que alugar corrente para colocar nas rodas e muita gente não sabe como faz.


Táxi

Se for andar de táxi preste atenção para não cair no gole dos taxistas, pois lá é muito comum! Para evitar, antes de entrar no táxi pergunte para o motorista um estimativa de quanto irá custa a corrida, se ele não quiser falar, procure outro, pois tem muitos carros que o taxímetro cobra a mais.

Você também vai gostar

0 comentários