Museu do Amanhã

1/16/2016

A mais recente atração do Rio de Janeiro chegou inovando! Um museu que fala sobre a ligação do passado com o futuro e também sobre quem nós somos no mundo.




Quando eu fui no museu, tinha quase 1 mês dês da sua abertura e já tinha recebido mais de 100.000 visitantes!


A estrutura do museu é inspirada da espinha de um peixe.

Eu paguei 10 reais pelo ingresso, mas nas terças-feiras a entrada é gratuita. O horário da comprar os ingressos começa 12:00 e vai até as 19:00. É fechado às segundas-feiras.

Quando você compra o ingresso você ganha um cartão para poder usar nas mesas interativas.Quando você for na mesa pela primeira vez faça o seu cadastro no cartão, assim toda vez que você usar o cartão os textos estarão na sua língua.


Logo na entrada você vê no teto um globo terrestre digital que vai mostrando várias imagens, como era os continentes antigamente, qual o caminho dos ventos, mostra o planeta de noite, é super divertido.

Na esquerda tem uma lojinha com produtos bem diversificados, desde bloco de notas até sacolas recicláveis. Na direita tem uma lanchonete com produto naturais, frutas, sanduíches, sucos. É bom deixar claro que você não pode entrar na área do museu com comida ou bebida, então se você for no lanchonete coma por lá mesmo.


Quando você entra no museu os funcionários avisam que não pode entrar com bolsa grande nem mochila, e te orientam a deixar suas coisas no guarda volumes e te entregam um cartão de identificação. O guarda volumes fica do lado da lanchonete e é de graça.

A ordem do museu é a ordem dos acontecimentos da evolução, primeiro você vê sobre os Cosmos, depois Terra, Antropoceno, a Amanhã e Nós. Cada tema tem uma estrutura que mostra sobre.




A primeira estrutura é uma espécie de bola, quando você entra mostra um vídeo de 8 minutos em 360º, que eu particularmente amei. Durante esse 8 minutos mostra "Compreensão de que pertencemos a um Cosmos imensamente vasto, antigo e em perpétua evolução. E que, no entanto, cabe em nosso pensamento."

Logo na frente tem umas mesas interativas, com informações super interessantes, e com essas mesas termina a parte de Cosmos e começa a parte sobre a Terra.

Na Terra, tem 3 cubos grandes. Dentro deles tem informações super variadas sobre a Terra, fala de animais e seus predadores, fatos esportivos e muito mais.


Em seguida vem o Antropoceno, nessa área têm 6 telões gigantes passando imagens de como a vida humana interferiu no mundo e o processo de crescimento e consumo global. No meio tem uns puffs para ficar mais confortável de olhar as telas.



No Amanhã é dividido em 3 áreas, e todas ela interativas. Todas elas com a intenção de descobrir como você interfere na ecologia do mundo, você responde testes e joga, assim você descobre qual é a sua pegada ecológica, como você pode manter o planeta mais sustentável.

Nós, a última parte do museu. Uma estrutura de madeira, semelhar a uma oca com um jogo de luzes coloridas e sombras e no centro uma unica peça que compõe toda a obra, o Churinga Tatil e por incrível que pareça é a unica obra de arte física que tem no museu.


Depois de todas essas etapas o museu acaba com a vista da parte traseira do museu e uma estrela de 20 pontas. De la você também consegue apreciar a cidade


Uma coisa que eu gostei é que, se você falar inglês ou espanhol você consegue aproveitar o museu normalmente, pois todos os textos que têm em português tem em inglês e espanhol. O único momento que não tem é no vídeo 360º, mas eu particularmente não me interessei com o que ele estava falando, porque as imagens são tão incríveis que você fica de boca aberta.


Na minha opinião vale a pena comprar o ingresso e investir no museu. Eu achei essa visita diferente e ao mesmo tempo divertido. Se você for para o Rio de Janeiro eu, sem dúvida alguma recomendo você colocar esse museu no seu roteiro.

Você também vai gostar

0 comentários